Facebook Twitter YouTube RSS
Home Notícias Jogos Olímpicos Motorizados
formats

Jogos Olímpicos Motorizados

Publicado em 27 de julho de 2012 em Notícias

Hoje é dia da abertura dos jogos olímpicos e para entrar no clima hoje no blog da Recreio Rio vamos falar de automobilismo nas Olímpiadas. Vocês sabiam que ele já fez parte dos Jogos Olímpicos?

Atualmente fora das olímpiadas, o automobilismo é um dos esportes de maior fama em todo mundo. Superando até mesmo alguns esportes olímpicos que possuem fama concentrada em alguns poucos países. Porém é realmente é difícil que ele volte pois o uso de motores e máquinas faz com que as corridas de carro não sejam adequadas as olimpíadas.

Esportes a motor já estiveram inclusos nos jogos Olímpicos várias vezes. No início dos jogos aconteceram  competições, pilotos com carreira olímpica e os dois  já sediaram competições no mesmo espaço.

Vamos contar como tudo começou:

As Olímpiadas de 1900 ocorreram em Paris, França. Por questões políticas, os Jogos foram integrados à Exposição Universal de Paris, uma grande feira mundial de comércio que estava sendo realizada pela França na época.

O COI, Comitê Olímpico Internacional,teve pouca influência na condução destes jogos, cabendo à organização da Exposição Universal a organização dos eventos. De acordo com o Comité Olímpico Internacional participaram 997 atletas, representando 24 nações e competindo em 20 modalidades.

Estes Jogos se eternizaram como os da estréia das mulheres nas Olimpíadas, com um total de 22 atletas nas modalidades de croquet, equitação, golfe, tênis e vela.

A França teve uma grande empatia com competições automobilísticas que começaram a surgir no fim do século XIX. Sendo assim Paris foi ousada e introduziu o esporte a motor nas Olimpiadas de 1900. Foi a primeira e a única vez na história que o automobilismo fez parte dos Jogos, ele foi uma modalidade “teste”, e não muito bem aceita.

A principal competição automobilística na Olimpiada de 1900 foi batizada de Paris-Toulouse-Paris. Alguns vencedores receberam prêmios em dinheiro e alguns discutiram o status da modalidade como “olímpica”, em um tempo em que a competição ainda era amadora.

As competições automobilísticas foram organizadas em 16 provas para carros e motocicletas, e foram divididas em duas modalidades: baterias disputadas em estradas públicas e segmentadas em estágios, como o inovador rali, com premiação em dinheiro e corridas de resistência em que os prêmios eram medalhas de ouro, prata e bronze.

A modalidade foi marcada também por provas bem inusitadas como corridas de  táxi, caminhonetes, vãs e voiturettes (carros com dois assentos).

ACF (Automobile Clube de France) foi a organizadora da modalidade e não teve muita intervenção da COI. A principal teve como trajeto uma ida e volta entre Paris e Toulouse e foi dividido em três categorias motocicletas, carros pequenos e grandes.

Louis Renault foi um dos principais vencedores na corrida na categoria voitures (carros grandes) que foi disputada entre os dias 25 e 27 de julho, ele é um dos fundadores da montadora que leva seu nome. O percurso foi dividido em três estágios: Montgeron-Toulouse, Toulouse-Limoges e Limoges-Montgeron. Setenta e oito pilotos participaram da empreitada, 55 largaram e somente 21 chegaram até o final da prova.

Os franceses dominaram as corridas e único corredor estrangeiro presente no pódio foi o alemão Carl Voight, que ficou em terceiro lugar na categoria voitures, pilotando o carro Panhard-Levassor.

 

As histórias entre Olimpíadas e Carros apesar de curtas foram muito interessantes, vocês concordam?

Conte  para a gente o que achou e compartilhe com seus amigos!

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
No Comments  comments 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Recreio Rio 2012
credit