Facebook Twitter YouTube RSS
Home Curiosidades Relembre o concept car Chico Volkswagen
formats

Relembre o concept car Chico Volkswagen

A Volkswagen tem bons modelos em sua história de Concept Car. Dois deles tiveram nomes quase “iguais”. É o caso de dois modelos de proposta  semelhante, o Chicco de 1975 e o Chico de 1991.

A palavra Chico em espanhol é pequeno, o que explica o uso do nome em ambos os carros. O primeiro modelo foi idealizado como possível modelo para produção. Na época a Volkswagen estava em fase de transição da mecânica tradicional que consistia em motor traseiro arrefecido a ar com cilindros opostos, tração atrás para a mais moderna com motor e tração dianteiros, cilindros em linha e refrigeração a líquido que foi lançada pelo Passat, em 1973, e que teve seguimento nos anos seguintes com Golf, Scirocco e Polo.

Projetado em meio à primeira crise do petróleo , o Chicco sugeria um carro de quatro lugares de cerca de 3,30 metros de comprimento e 2,12 m de entre-eixos. O modelo de linhas simples usava soluções que se tornariam comuns na década de 1980, como perfil alto para melhor aproveitamento de espaço, grande área de vidros, limpador de para-brisa com um só braço. As rodas usavam apenas três parafusos de fixação. O motor do Chicco era um três-cilindros de 900 cm³ com potência de 40 cv, capaz de levar o modelo de modestos 650 kg à velocidade de 130 km/h.

Em 1997 a Volkswagen lançaria o Lupo para ocupar o segmento de entrada, abaixo do Polo. Porém antes disso no Salão de Frankfurt de 1991 havia sido lançado um novo Chico com  linhas bastante arredondadas típicas dos anos 90. Como no antecessor, a cabine curta e alta levava quatro pessoas, mas havia novas soluções como o limpador de para-brisa com braços em sentidos opostos. Seu comprimento, 3,20 metros, era ainda menor que no modelo de 1975.

O motorista tinha adiante uma tela de cristal líquido e um sistema que projetava no para-brisa informações como as de navegação, por si só um recurso inovador na época. O banco do passageiro da frente podia ser virado para trás, ideal para o transporte de bebês ao lado do motorista, nos países que o permitem, contando com o encosto como proteção adicional em caso de colisão.

O Chico era um modelo híbrido, e possuía um pequeno motor elétrico de 6 kW para auxiliar a unidade a gasolina, de dois cilindros, 636 cm³ e 34 cv, ou mover o carro em trânsito lento, levando-o a até 50 km/h. O carro alcançava 130 km/h. Dotado de regeneração de energia ao desacelerar e frear, o Chico recarregava a bateria e conseguia rodar cerca de 70 km apenas com eletricidade.

Para ler mais notícias, clique em  www.blogdarecreio.com.br. Informações sobre a Recreio Rio visite nosso site. Siga-nos no Twitter e Facebook .

 
 Share on Facebook Share on Twitter Share on Reddit Share on LinkedIn
No Comments  comments 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

© Recreio Rio 2012
credit